BOOK PGR
Riscos Físicos

O que são Riscos Físicos?

Qualquer característica física do ambiente de trabalho, que tenha potencial para causar doenças. Ou seja, toda situação de trabalho onde possa causar doenças relacionadas à características físicas do ambiente. 

banner formulanegocioonline 300 7 - Riscos Físicos

Afinal, o que é Agente Físico?   Quando uma característica física do ambiente esta agindo no trabalhador.

Segundo a NR-9 PPRA , item 9.1.5.1 , consideram-se agentes físicos as diversas formas de energia a que possam estar expostos os trabalhadores.

Os riscos físicos estão presentes em vários processos produtivos como Industria de Transformação , Industria da Construção, Mineração,  Portuária/Naval, Aquaviária, entre outras.

Quais são os Agentes Físicos?

Agentes Físicos Exemplos

RUÍDO – produzidos por prensar, máquinas de corte, envasadoras, embaladoras, carros, caminhões,  empilhadeiras, escavadeiras, rolos vibratórios, ventiladores, furadeiras, esmeriladeira, etc.

SOBRECARGA TÉRMICA – CALOR – Produzido pela fundições, usinas, fábricas de vidro, indústrias de papel, olarias, indústrias metalúrgicas, siderúrgicas, nos fornos, caldeiras, tubulações, etc.

TEMPERATURAS BAIXAS – FRIO – Câmeras frigorificas e ambientes refrigerados.

RADIAÇÃO IONIZANTE –  Encontradas em equipamentos e alguns procedimentos médicos, sensores de precisão, usinas nucleares, radiografias diagnosticas e industriais.

RADIAÇÃO NÃO IONIZANTE – produzidas por Micro-ondas, Radiação Infravermelha,  Radiação ultravioleta(natural – solar e artificial – soldas e lampadas), Radiação laser, Radiofrequência, nas  estações de radar, radiotransmissão e em alguns processos industriais e medicinais. 

PRESSÕES ANORMAIS – Baixas pressões –  hipobáricas – Trabalho em altas altitudes. Entretanto, altas pressões executadas por mergulhadores e em trabalhos em tubulões de ar comprimido.

UMIDADE – presente em ambientes alagados ou encharcados. Atividades de mergulho, lavagem de carros, instrutores de natação, etc.

VIBRAÇÕES – presente nos trabalhos com martelete, motosserras, furadeiras e socadores pneumáticos.

Tempo de Exposição - Riscos Físicos

O tempo de exposição real será determinado levando em consideração a análise da tarefa desenvolvida pelo empregado.

Deverá ser verificado como é a jornada de trabalho, intervalos, tipo de atividade e suas características especiais e movimento de funcionários durante o serviço. 

Você deve considerar todas as atividades  possíveis durante o dia.

Quanto mais tempo você tiver contato o agente, maior será sua chance de contrair uma doença ocupacional.

Intensidade dos Agentes Físicos

A intensidade dos agentes físicos deve ser avaliada colhendo amostras no local de trabalho,  de forma que elas sejam o mais representativas possíveis da exposição real do trabalhador a esses fatores agressivos.

Essa cautela na avaliação é necessária porque existem muitas variáveis envolvidas e afetam diretamente a representatividade.

Quanto maior a intensidades do agente, maior será sua chance de contrair uma doença ocupacional.

Suscetibilidade do Trabalhador - Riscos Físicos

A complexidade de um organismo humano significa que a resposta do organismo aos agentes físicos pode variar de pessoa para pessoa. Portanto, a suscetibilidade individual é um fator importante e limite de tolerância e eles não devem ser considerados 100% seguros.

 As verificações definidas em 50% da tolerância devem ser uma prioridade.

Método de Reconhecimento dos Riscos Físicos

a) Método ambiental qualitativo – destina-se apenas a detectar a presença do agente no ambiente, com ou sem o uso de ferramentas de detecção.

b) Método quantitativo ambiental – Tem como objetivo quantificar o fator no ambiente utilizando instrumentos de medição.

c) Monitoramento biológico – visa detectar os efeitos no corpo humano, utilizando exames médicos e dados estatísticos.

Quanto maior o número de medições, melhor será a demonstração da realidade da exposição a agentes físicos.

Hierarquia das Proteções Contra Agentes Ambientais

  1. Ações que eliminam ou reduzem o uso ou a formação de agentes nocivos à saúde.
  2. Medidas que impedem a liberação ou disseminação desses agentes no ambiente de trabalho.
  3. Ações que reduzem os níveis dos agentes no ambiente de trabalho.
  4. Medidas de natureza administrativa ou de organização do trabalho.
  5. Uso de equipamentos de proteção individual – EPI .

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.